Blog

blog segredos em livros

10/08/2012 17:56
Zilda Mara 08/08/2012

O Mendigo
Sempre estou em busca de novos autores nacionais e conheci o livro de Edson Santos através do blog da querida Cia do Leitor. Imediatamente, ao ler a sinopse do livro fiquei encantada e decidi ler o livro. O livro foi cedido pelo autor para ser resenhado e espero compartilhar a emoção de cada parágrafo lido. O Mendigo é um livro especial. Todos os adjetivos seriam poucos para exaltar sua perfeição.

O livro conta-nos a história de Herbert, um sábio mendigo que perambula pelas ruas da cidade como tantos outros pedintes. Só que Herbert tem algo de especial. Ele vive em condições difíceis como todo morador de rua, mas ele não age com revolta perante tal situação. Herbert convive com todas as adversidades que a vida lhe impôs e sempre procura tirar um aprendizado dessas situações.

Herbert conhece um grupo de amigos que moram numa vila. Os jovens terão suas vidas transformadas após conhecê-lo. O primeiro a se tornar amigo do mendigo é Marcos. Eles tornam-se grandes amigos.

Herbert mora numa comunidade e tudo o que ele arrecada nas ruas, ele ainda divide com os outros moradores. Apesar do pouco que arrecada, Herbert dá inúmeras lições de solidariedade. Os amigos de Marcos propõem ajuda através de uma ação social na comunidade, cada um contribuindo com sua especialidade acadêmica.

Marcos, Simone, Márcia, Carlos e Marcelo ficam amigos de Herbert. Somente Sandra, a única integrante do grupo não colabora com o projeto e repudia cruelmente Herbert por causa da sua aparência e condição social. Dessa maneira, Sandra se afasta cada vez mais de seus amigos. Com lições de solidariedade, amizade, justiça, amor e superação, Herbert vai colaborando e transformando indiretamente na vida de cada um do grupo estendendo seus ensinamentos para a família de cada um dos jovens.

Todos convivem com algum tipo de conflito, seja de cunho familiar, profissional ou até mesmo pessoal, mas Herbert sempre transmite sabedoria com seus conselhos e vai transformando a vida de todos.

Os personagens do livro são bem construídos conquistando o leitor, exceto Sandra e D. Evalina, sua mãe. As duas retratam o perfil de uma sociedade preconceituosa, hipócrita e arrogante, ou seja, é fácil reconhecer tal comportamento no nosso cotidiano.

Sandra é chata, metida, fútil e muito arrogante. E não poderia ser diferente já que sua mãe é muito pior. Ambas vivem num mundo de aparências e abominam pessoas que não tenham bens e uma boa conta bancária. O livro descreve o comportamento preconceituoso da nossa sociedade através de personagens como Evalina e Sandra. Muitas mensagens de paz, amor, gratidão, amizade, superação, fé, solidariedade e moral, entre tantas outras tornam a narrativa edificante.

A diagramação do livro é simples e todo escrito em folhas brancas. A capa do livro é linda contendo uma imagem singela e condizente a mensagem forte que o livro propõe. A leitura é viciante, sendo assim, o leitor devora as páginas do livro rapidamente. O Mendigo é um livro com uma narrativa linda e extremamente tocante.

Indico a leitura do livro a todos. O livro transmite lindas mensagens que nunca devemos esquecer e convida os leitores a refletir sobre sua conduta moral. O Mendigo é o retrato fiel de uma sociedade individualista e preconceituosa. Mas, nada é permanente. Tudo é mutável. E a esperança é a última que morre. Pelo menos é assim que deveríamos pensar. Após a leitura do livro, fatalmente, o leitor refletirá sobre seus atos e escolhas.

“Pode ser que ninguém melhore da noite para o dia, mas, paulatinamente com bons exemplos, boas conversas e boas atitudes, as pessoas chegam ao patamar de verdadeiros seres humanos.” (pág.167)

Leitura recomendada!

 
KATIELLE 06/08/2012

O Mendigo
Não sei exatamente o que escrever, pois tenho sentimentos controversos em relação a ele.
Eu gostei do livro, tem uma história bonita, mas não é uma coisa que tenha prendido a minha atenção.

Conta a história de um grupo de amigos, cada um com o seu jeito de ser e um mendigo.
O mendigo se chama Herbert, um dia ele está passando na rua e é atingido por uma bola, ele fica bem e logo começa uma amizade com os jovens.

O grupo de amigos simpatiza muito com Herbert apesar de ele ser um mendigo, mas sempre tem uma pessoa que é do contra. Sandra não aceita que o mendigo que o mendigo ande na sua vila e pior não aceita que os seus amigos tenham uma amizade com ele.

Sandra é o tipo de menina mimada, não trabalha, não estuda e acha que o mundo gira a seu redor, ela quer ser rica, mas não quer fazer nenhum esforço para trabalhar, pelo contrário ela quer e sua mãe também quer que ela case com um homem rico e tenha uma vida de rainha.

Um dia Sandra está andando na rua e é atacada por duas pessoas, mas Herbert passando pelo local bem na hora, a salva. Sandra não aceita que o mendigo tenha salvado a sua vida e se volta contra ele.

É aí que entra toda a sabedoria do mendigo. Os amigos de Sandra não aceitam as atitudes de Sandra, mas Herbert conversa com cada um deles, tentando que eles entendam que ele não está bravo com ela e com o tempo tudo vai mudar, Sandra irá mudar que ela irá entender que o mundo não gira em torno dela.

O grupo de amigos não entende como Herbert possa ter tantos ensinamentos a passar porque ele é um mendigo. De onde vem tanta sabedoria? De onde é Herbert? Qual é a sua verdadeira história? Porque ele vive nas ruas?
Isso, só lendo vocês irão descobrir.

O livro fala do verdadeiro valor da amizade, de quanto vale uma pessoa ajudar a outra que está necessitada. Têm passagens belíssimas, Edson escreveu com sentimento e coração. É quase um livro de filosofia, nos faz refletir em nossas vidas.

“- Sim bom moço, é assim que a vida é. Ninguém pode se isolar achando que é autossuficiente, e, como o moço bem sabe ninguém é tão rico que possa comprar o mundo todo e nem tão pobre que não possa compartilhar um sorriso, não é verdade?” (Pág. 14)

Mais em:http://www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br
 
Camila 25/07/2012

Logo no início somos apresentados a um grupo de adolescentes que moram no mesmo bairro e estão sempre convivendo juntos: Marcos, Carlos, Marcelo, Márcia, Simone e Sandra (acho que não me esqueci de ninguém). Durante uma brincadeira inocente com uma bola, um dos jovens acaba acertando-a sem querer no mendigo que por ali passava.

É assim que os jovens conhecem Herbert, um mendigo com uma experiência de vida enorme, um coração maior ainda e uma inteligência e sabedoria de invejar qualquer um. A partir deste episódio todos começam a ajudar Herbert e a comunidade do mendigo da forma como podem: com doações, assistência médica gratuita, ajuda nos problemas sanitários e jurídicos do local onde os barracos estão instalados, enfim, começam a contribuir da forma que podem e em troca recebem do mendigo amor, gratidão, sabedoria e visão da vida.

Exceto por Sandra, a esnobe e interesseira da turma, todos têm grande afeição por Herbert, enquanto que a garota apenas o chama de forma pejorativa de ‘Fedorento’ e lhe falta com o respeito. Mas paralelo às lições de vida que o mendigo transmite e às mudanças que ele fará não só na forma de pensar, mas também na de agir dos personagens, também acompanhamos a turma com seus problemas rotineiros de adolescentes: pressão, amor, paquera, amizade e faculdade.

O Edson Santos soube ‘casar’ os problemas juvenis e a experiência de vida de Herbert de forma tão inteligente e convincente que eu até fiquei impressionada. A narrativa flui com facilidade e abraça o leitor de forma tão calorosa que não tem como não amar ler O Mendigo. Um dos livros mais lindos que já li, com mensagens transmitidas de forma sutil e nenhum pouco cansativa, além de situações engraçadas e outras emocionantes. Vale a pena ler O Mendigo. É uma leitura indispensável!

"(...) ninguém é tão rico que possa comprar o mundo todo e nem tão pobre que não possa compartilhar um sorriso, não é verdade? (Página 14)"

"Às vezes queremos resolver um problema da forma mais espetacular possível, quando se pode simplesmente emprestar o ombro para o outro chorar ou os ouvidos para o outro desabafar. (Página 52)"

"- Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade? (Página 86)"

"Quer conhecer o verdadeiro caráter de um homem? Dê poder a ele. (Página 227)"

http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2012/07/o-mendigo-edson-jose-da-silva-santos.html
 
Kamila 11/07/2012

O mendigo
Gostei muito do livro, ele mostra o verdadeiro valor da amizade, do dinheiro e etc, vale a pena ler.
O livro conta a história de Herbert um mendigo, ele é um homem muito bom, e muito inteligente. Um dia enquanto passava pela rua, ele encontra um grupo de amigos, e todos se dão bem com Herbert, menos Sandra, uma garota fútil, que quer se casar com um homem rico e ser famosa. Ela não suporta Herbert. E Herbert sendo um homem muito bom mesmo assim gosta dela, assim como de todos os outros amigos do grupo.
Com o tempo Herbert e o grupo acabam se tornando amigos, e eles ajudam bastante a comunidade de Hebert, doando coisas, e etc. Herbert é um verdadeiro exemplo, mesmo sendo pobre ele tenta ajudar as pessoas, e até chegou a ajudar Sandra e uma senhora de uns marginais. Mas mesmo assim Sandra não consegue gostar de Herbert, alias ela não faz esforço nenhum para isso. Eu sinceramente odiei a Sandra no começo do livro, mas depois ela tenta mudar, então...
Todos do grupo estão na faculdade, Marcos, Marcelo, Carlos, Márcia, Simone, menos Sandra. Como Herbert é muito inteligente ele sempre dá conselhos ao grupo. Ele ajuda a todos do grupo. A que ele mais ajuda é Sandra.
Como Herbert diz, ele não nasceu pobre foram algumas atitudes erradas que o levaram até ali. Mas que isso o fez uma pessoa melhor. Ele não tem lá um passado muito bom, ele foi uma pessoa que ele tem vergonha agora.
 
Fernanda Camilo 29/06/2012

Resenha: O Mendigo
O livro acompanha a trajetória de Herbert, um mendigo que se destaca por dar uma verdadeira lição de vida, superação, solidariedade e humanização. Adolescentes de classe média estão jogando bola, quando um deles acerta com a bola no homem que estava passando pela rua. Marcos, o mais velho da turma, vai ajudar o senhor que estava no chão, quando descobre que aquele homem é um simples mendigo. Dias depois quando os garotos estavam sentados na calçada, o mendigo aparece novamente e Marcos logo se aproxima e se apresenta, e descobre o nome do homem, Herbert. Ele conta que mora junto com outras duas pessoas e que onde mora há mais pessoas que passam necessidades, mas sempre estão ajudando uns aos outros. Essa revelação deixa Marcos realmente emocionado. Herbert apesar de ser um homem pobre de dinheiro é um homem muito rico de sabedoria.
Os capítulos seguintes apresentam a personalidade de cada um do grupo de seis jovens que vão acompanhar Herbert nessa história repleta de bons pensamentos, conselhos e exemplos de vida digna.

"Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade?"
Pag. 86


Herbert quebra conceitos tão bem enraizados em nossa cultura que cada frase dele já é por si só uma reflexão.
Fiquei muito impressionada pela narrativa e, não somente por ser contada por um personagem diferente, mas pelas mensagens descritas.

"(...) porque o sentimento é a visão do coração e o coração enxerga a alma."



O autor Edson, está de parabéns, e quero lhe agradecer pela oportunidade de ler uma história tão emocionante. Recomendo!

“- Enquanto você estiver presente – Diz Marcos apertando sua mão -, vai ser um bom dia para todos nós.
- E outros dias melhores virão, menino Marcos. A minha presença não precisa ser física, porque tudo que passamos juntos fez com que cada um de nós ficasse dentro do coração um do outro, e mais tarde, quando se formarem e casarem, possivelmente terão destinos diferentes, mas mesmo assim, sentirão a presença de cada um dos amigos”. Pág. 205.

Confira em: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/06/resenha-o-mendigo.html

 

blog leitura maravilhosa

10/08/2012 17:52


 

 

KATIELLE 06/08/2012

O Mendigo
Não sei exatamente o que escrever, pois tenho sentimentos controversos em relação a ele.
Eu gostei do livro, tem uma história bonita, mas não é uma coisa que tenha prendido a minha atenção.

Conta a história de um grupo de amigos, cada um com o seu jeito de ser e um mendigo.
O mendigo se chama Herbert, um dia ele está passando na rua e é atingido por uma bola, ele fica bem e logo começa uma amizade com os jovens.

O grupo de amigos simpatiza muito com Herbert apesar de ele ser um mendigo, mas sempre tem uma pessoa que é do contra. Sandra não aceita que o mendigo que o mendigo ande na sua vila e pior não aceita que os seus amigos tenham uma amizade com ele.

Sandra é o tipo de menina mimada, não trabalha, não estuda e acha que o mundo gira a seu redor, ela quer ser rica, mas não quer fazer nenhum esforço para trabalhar, pelo contrário ela quer e sua mãe também quer que ela case com um homem rico e tenha uma vida de rainha.

Um dia Sandra está andando na rua e é atacada por duas pessoas, mas Herbert passando pelo local bem na hora, a salva. Sandra não aceita que o mendigo tenha salvado a sua vida e se volta contra ele.

É aí que entra toda a sabedoria do mendigo. Os amigos de Sandra não aceitam as atitudes de Sandra, mas Herbert conversa com cada um deles, tentando que eles entendam que ele não está bravo com ela e com o tempo tudo vai mudar, Sandra irá mudar que ela irá entender que o mundo não gira em torno dela.

O grupo de amigos não entende como Herbert possa ter tantos ensinamentos a passar porque ele é um mendigo. De onde vem tanta sabedoria? De onde é Herbert? Qual é a sua verdadeira história? Porque ele vive nas ruas?
Isso, só lendo vocês irão descobrir.

O livro fala do verdadeiro valor da amizade, de quanto vale uma pessoa ajudar a outra que está necessitada. Têm passagens belíssimas, Edson escreveu com sentimento e coração. É quase um livro de filosofia, nos faz refletir em nossas vidas.

“- Sim bom moço, é assim que a vida é. Ninguém pode se isolar achando que é autossuficiente, e, como o moço bem sabe ninguém é tão rico que possa comprar o mundo todo e nem tão pobre que não possa compartilhar um sorriso, não é verdade?” (Pág. 14)

Mais em:http://www.leituramaravilhosa.blogspot.com.br

blog no limite da leitura

10/08/2012 17:50
 
12345
5.0 |
Camila 25/07/2012

Logo no início somos apresentados a um grupo de adolescentes que moram no mesmo bairro e estão sempre convivendo juntos: Marcos, Carlos, Marcelo, Márcia, Simone e Sandra (acho que não me esqueci de ninguém). Durante uma brincadeira inocente com uma bola, um dos jovens acaba acertando-a sem querer no mendigo que por ali passava.

É assim que os jovens conhecem Herbert, um mendigo com uma experiência de vida enorme, um coração maior ainda e uma inteligência e sabedoria de invejar qualquer um. A partir deste episódio todos começam a ajudar Herbert e a comunidade do mendigo da forma como podem: com doações, assistência médica gratuita, ajuda nos problemas sanitários e jurídicos do local onde os barracos estão instalados, enfim, começam a contribuir da forma que podem e em troca recebem do mendigo amor, gratidão, sabedoria e visão da vida.

Exceto por Sandra, a esnobe e interesseira da turma, todos têm grande afeição por Herbert, enquanto que a garota apenas o chama de forma pejorativa de ‘Fedorento’ e lhe falta com o respeito. Mas paralelo às lições de vida que o mendigo transmite e às mudanças que ele fará não só na forma de pensar, mas também na de agir dos personagens, também acompanhamos a turma com seus problemas rotineiros de adolescentes: pressão, amor, paquera, amizade e faculdade.

O Edson Santos soube ‘casar’ os problemas juvenis e a experiência de vida de Herbert de forma tão inteligente e convincente que eu até fiquei impressionada. A narrativa flui com facilidade e abraça o leitor de forma tão calorosa que não tem como não amar ler O Mendigo. Um dos livros mais lindos que já li, com mensagens transmitidas de forma sutil e nenhum pouco cansativa, além de situações engraçadas e outras emocionantes. Vale a pena ler O Mendigo. É uma leitura indispensável!

"(...) ninguém é tão rico que possa comprar o mundo todo e nem tão pobre que não possa compartilhar um sorriso, não é verdade? (Página 14)"

"Às vezes queremos resolver um problema da forma mais espetacular possível, quando se pode simplesmente emprestar o ombro para o outro chorar ou os ouvidos para o outro desabafar. (Página 52)"

"- Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade? (Página 86)"

"Quer conhecer o verdadeiro caráter de um homem? Dê poder a ele. (Página 227)"

http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/2012/07/o-mendigo-edson-jose-da-silva-santos.html

 

blog segredo sem livros

10/08/2012 17:49
Fernanda Camilo 29/06/2012

Resenha: O Mendigo
O livro acompanha a trajetória de Herbert, um mendigo que se destaca por dar uma verdadeira lição de vida, superação, solidariedade e humanização. Adolescentes de classe média estão jogando bola, quando um deles acerta com a bola no homem que estava passando pela rua. Marcos, o mais velho da turma, vai ajudar o senhor que estava no chão, quando descobre que aquele homem é um simples mendigo. Dias depois quando os garotos estavam sentados na calçada, o mendigo aparece novamente e Marcos logo se aproxima e se apresenta, e descobre o nome do homem, Herbert. Ele conta que mora junto com outras duas pessoas e que onde mora há mais pessoas que passam necessidades, mas sempre estão ajudando uns aos outros. Essa revelação deixa Marcos realmente emocionado. Herbert apesar de ser um homem pobre de dinheiro é um homem muito rico de sabedoria.
Os capítulos seguintes apresentam a personalidade de cada um do grupo de seis jovens que vão acompanhar Herbert nessa história repleta de bons pensamentos, conselhos e exemplos de vida digna.

"Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade?"
Pag. 86


Herbert quebra conceitos tão bem enraizados em nossa cultura que cada frase dele já é por si só uma reflexão.
Fiquei muito impressionada pela narrativa e, não somente por ser contada por um personagem diferente, mas pelas mensagens descritas.

"(...) porque o sentimento é a visão do coração e o coração enxerga a alma."



O autor Edson, está de parabéns, e quero lhe agradecer pela oportunidade de ler uma história tão emocionante. Recomendo!

“- Enquanto você estiver presente – Diz Marcos apertando sua mão -, vai ser um bom dia para todos nós.
- E outros dias melhores virão, menino Marcos. A minha presença não precisa ser física, porque tudo que passamos juntos fez com que cada um de nós ficasse dentro do coração um do outro, e mais tarde, quando se formarem e casarem, possivelmente terão destinos diferentes, mas mesmo assim, sentirão a presença de cada um dos amigos”. Pág. 205.

Confira em: http://segredosemlivros.blogspot.com.br/2012/06/resenha-o-mendigo.html

 

Carolina

10/08/2012 17:46

Carolina Durães 17/06/2012

O Mendigo
Nesse domingo, acordei cedo e bati o olho na minha mesa e vi o livro. Peguei o livro em mãos e ao olhar a capa, ao mesmo tempo tão simples e tão bela, não resisti e comecei a ler no mesmo instante. Foi uma surpresa deliciosa folhear essa estória e perceber alguns jovens retratados com tanta consciência social. Isso alegrou o meu coração, porque não é algo que eu vejo no meu cotidiano com tanta frequência. Herbert, um professor da vida, toca a todos que cruzam o seu caminho, e tocou a minha vida também. Sempre com exemplos e parábolas, ele consegue demonstrar a importância do amor ao próximo, da bondade e da compaixão. É claro que alguns personagens existem para te deixar bravo, e a Sandra foi o meu alvo nesse livro. Entendo que o objetivo dela; em minha opinião; era demonstrar algumas características que encontramos em pessoas conhecidas e algumas até em nós mesmos, e que o aprendizado dela torna-se o nosso aprendizado. Ainda sim, fiquei brava com ela em vários momentos rs. Cheguei até mesmo a discutir com ela em voz alta rs. Enquanto estava lendo, Herbert parecia cada vez mais como um anjo da guarda, ou melhor, como o grilo falante, aquela voz que nos diz a coisa certa na hora exata. O livro é uma lição de vida inestimável, a história é apaixonante e fez com que eu refletisse sobre a minha trajetória. A única coisa de que eu senti falta, foi um aprofundamento nas histórias pessoas dos personagens. Eu conheci tão pouco do Marcos, do Carlos, da Márcia, da Simone, e até mesmo dos demais moradores da comunidade. Gostaria de saber mais sobre seus sonhos, seus anseios, suas alegrias e tristezas.

cia do leitor

10/08/2012 17:44



O MENDIGO
Tenho sido agraciada com presentes maravilhosos chamados livros, e os últimos livros que li, tirei o melhor deles, os mais belos exemplos de vida e solidariedade. Estou feliz por isso.
Um belo dia encontrei na internet um livro com uma capa simples, porém, expressiva. Àquele par de sapatos gastos me atraiu, uma sensação singela de paz e benção tive ao vislumbrar a imagem. Ao erguer meus olhos li o título - O MENDIGO - pensei, "deve ser um drama onde vou chorar e esperar pelo fim drástico". A gente tem o hábito de pensar que a miséria só viva pessoas tristes, sofridas, amargas e no fundo do poço.
Nunca parei pra pensar o que as levam a chegar onde estão, nem avaliei que em meio de um grupo de desafortunados, existam histórias omitidas pela dor, vergonha, abandono e descaso.
Quando li a sinopse, percebi que neste livro continha muito mais que uma história de um mendigo, havia mais uma lição de vida, moral e bons costumes - e vou acrescentar muito AMOR.

Somos apresentados ao protagonista Herbert, um pedinte que após um pequeno incidente é acudido por Marcos, um jovem de classe média morador de uma vila próxima ao ocorrido. Herbert logo percebe que Marcos era diferente de outras pessoas, normalmente seria ignorado por elas, mesmo que tivesse se acidentado gravemente. Mas, não Marcos, ele se mostrou solidário e atencioso com o pobre Mendigo.
Foi neste momento, que iniciou uma linda estória de amizade, compaixão, solidariedade e amor ao próximo.
Herbert com seu jeito tranquilo e educado, conquistava aos poucos a comunidade, criou novos amigos que foram muito importantes para o desenrolar da história e ensinou com sua experiencia de vida, a dar esperança àqueles que já não o tinha e a abrandar os corações dos mais aflitos com suas sábias palavras.
Em meio de turbilhões de conflitos, palavras ásperas, preconceitos, descriminação, maus tratos, que ele era submetido, sempre existia para Herbert um ensinamento, as palavras eram sua maior aliada, seu escudo, sua arma e sua vitória.
Assim como Marcos, Herbert também era muito diferente, era especial e tinha um passado a ser revelado.
O Mendigo tem uma narrativa em terceira pessoa, uma leitura simples e de fácil compreensão, agradável e rica de sabedorias.

I- Parábolas de Herbert :
"Um homem por um motivo especial foi convidado para conhecer o inferno e o céu. Chegando ao inferno, ele foi levado a sala de refeição, e lá ele viu um delicioso banquete, mas quando as pessoas chegaram era só choro e gritos de agonia. O homem ficou estarrecido, mas logo entendeu o motivo: os cotovelos daquelas pessoas dobravam pra trás e não pra frente como o nosso, e assim era impossível eles levarem a comida em sua boca. Então o homem pediu para sair dali e o levaram para o Céu. Lá chegando ele se deparou com a mesma cena, um grande banquete e as pessoas com os cotovelos dobrados para trás, mas, ao contrário do inferno, elas estavam felizes, e foi aí que observou que um levava a comida à boca da outra, resolvendo assim o problema da alimentação."

Deu pra perceber a semelhança?

Um Grande e importante Homem veio um dia pra viver no meio de nós, seu alvo e seu objetivo era estar no meio dos mais necessitados, não só financeiramente, mas de amor, saúde, fé, para levar A Palavra.
E como o povo tinha dificuldades pra entender os intelectos da época ele passa a usar parábolas para explicar melhor os ensinamentos...
Qualquer semelhança é mera coincidência.
Porém, me senti muito bem e feliz em fazer tais comparações, foi como uma centelha de esperança, paz, vida, um milagre em minhas mãos.
Perdoe-me àqueles que não acreditam em milagres, mas, a vida por si só já é um milagre e vivê-la é uma benção. E este livro foi uma benção.

II- Parábolas de Herbert :
"É comum ouvir alguém falar "se eu ganhar na loteria iria ajudar o hospital do câncer ou criar um orfanato, um asilo ou até mesmo dar cestas básicas para pessoas carentes". No entanto, algumas dessas pessoas sequer visita um amigo acamado, não gosta de crianças, não tem paciência com idosos e nem pão dá a um mendigo. Essas pessoas querem coisas grandiosas, mas não enxergam a importância dos pequenos gestos. E quem não sabe ser grande diante das pequenas coisas, será pequeno diante das grandes, porque uma árvore não aparece da noite para o dia, ela começa com uma pequena semente."

Então, perceberam como fiquei feliz com essa leitura? Edson Santos abraçou a história de um homem, que nada tinha além de suas palavras que acalentava o coração de quem as ouvisse.

Nos mostrou que por trás de todo ser humano existe uma boa alma, mas muitas vezes incompreendida, frustrada a ponto de cometer deslises que possa prejudicar ao próximo e a si próprio.
Em sua sabedoria, Edson me levou a pensar na possível história de cada indigente que dorme nas ruas, o que as levou até onde estão? Quem eram antes de se tornarem mendigos? Onde estão suas famílias? Será que sofrem por sua ausência?
Enfim, sei que o final foi belo, digno e perfeito. Não podia ser diferente, você entenderá assim que concluir essa maravilhosa leitura.

Me sinto honrada de ter lido esta bela obra, assim como Herbert, espalharei aos quatro cantos essa boa nova.
Parabéns Edson Santos.

Aprovado, Indicado e Amado.

 

blog da nica

10/08/2012 17:39



Extasiante lição de vida!
"- Então, como vocês viram, quando dividimos as alegrias, multiplicamos as possibilidades de sermos felizes, mas quando agimos de maneira egoísta só aumentamos o nosso problema. Sabem, meus caros jovens? Eu tenho sempre que saber o meu valor, mas nunca acreditar que sou o único a ter valor."

E é com esse quote que gostaria de começar a resenha de O Mendigo. O livro conta a incrível história de amizade de Herbert, um mendigo diferente - com uma grande facilidade com as palavras, que nos encanta com seus sábios dizeres e sua lição de vida -, e um grupo de amigos que mora em uma vila de classe média formada por Marcos (um tipo de líder da turma), Marcelo (aspirante a jogador profissional), Carlos (o artista da turma), Sandra (uma menina mimada e interesseira - teoricamente), Simone (estudante de psicologia) e Márcia (estudante de medicina).

O acaso coloca Herbert no caminho dos "meninos da vila" e eles acabam criando uma relação de amor e amizade verdadeira. Uma relação que está acima de classe social, de raça, de Educação... Herbert mostra para o grupo de amigos que nem todos os mendigos são ladrões, que nem todos os mendigos estão nas ruas por opção e, mais ainda, que TODOS tem algo a oferecer!

"E quem não sabe ser grande diante das pequenas coisas, será pequeno diante das grandes, porque uma árvore não aparece da noite para o dia, ela começa com uma pequena semente."

Através de diálogos carregados de ensinamentos morais, lições de amor e perdão, O Mendigo nos faz refletir diante de nossas próprias dificuldades interpessoais e sociais. Nos faz pensar em nossos sonhos, naquilo que estamos fazendo hoje para os alcançar em um futuro nem tão distante assim. Nos faz analisar nossos comportamentos diante de determinadas situações. Nos faz rever nossos conceitos sobre a solidariedade e o ajudar ao próximo. Nos traz a dura realidade de que somos reflexo daquilo que vemos em casa, "o exemplo".

"(...) todo pai quer o melhor para o seu filho, mas poucos são os que se dão conta de ele próprio pode e deve ser o melhor presente que um filho tem a receber para ter um futuro na retidão."

Ainda, posso dizer que é um livro de superação, tanto da turma da vila quanto do nosso protagonista e mestre, Herbert. Ao longo do livro vamos conhecendo um pouco sobre a história de vida dessa personagem que nos encanta com sua simplicidade e eloquência. O Mendigo é o tipo de leitura que deveria ser inserida em nossas escolas e, digo mais, aquele tipo que todo pai e mãe deveriam ler a fim de perceberem a si mesmos em muitas das atitudes de suas crianças! Principalmente no que diz respeito a mimos e protecionismo exagerados!

"(...) porque o sentimento é a visão do coração e o coração enxerga a alma."

blog doce encanto

10/08/2012 17:37

Rapha 07/03/2012

O Mendigo, Edson Santos - Resenha no Doce Encanto
"Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade?"
Pag. 86

Inspirador... não há melhor palavra que defina o livro O Mendigo, de Edson Santos.

A obra nos conta a estória de Herbert, O mendigo. "O mendigo" e não "um mendigo", porque ele é diferente: se comunica bem, é tranquilo, sereno e absurdamente inteligente, não apenas no quesito escolar, mas principalmente na vida, aliás nosso "mendigo" nos dá uma aula à parte, sempre com uma frase de conforto e sábios conselhos a passar.

É por essas características que Herbert acaba se tornando amigo de Marcos, um jovem que o surpreende pelo tratamento gentil, muito incomum visto que ele era uma mendigo e geralmente (e infelizmente) o único tratamento que recebia das outras pessoas era grosseiro. Porém Herbert se espanta ainda mais ao conhecer os amigos de Marcos, super simpáticos e educados, logo se apegam a ele, apenas Sandra, a "fútil" do grupo, não aceita essa amizade.

O livro gira em volta desses personagens, Herbert com suas grandes lições e Marcos e sua turma, mostrando-nos como é importante e gratificante a solidariedade. Porém o tempo todo há uma grande curiosidade: como Herbert se tornara um mendigo? Questão que será resolvida apenas nas últimas páginas.

O que mais gostei na história são os grandes aprendizados que obtive, até porque acredito que uma leitura só valha a pena se o leitor, ao final desta, conseguir realmente aprender algo que possa aplicar à sua vida. Sei que não vou conseguir ser tão sensível quanto Herbert, mas garanto que já não sou a mesma Rapha do começo da leitura.

O Mendigo é um livro que indico para todas as idades e gêneros e principalmente para quem busca se tornar cada dia uma pessoa melhor :)

LEIA OUTRAS RESENHAS EM:
http://rapha-doceencanto.blogspot.com/

resenha pelo blog behind

10/08/2012 17:31

Jacqueline 6/02/2012

O que você pensa ao ver um Mendigo?


A história se inicia de uma forma comum, alguns adolescentes de classe média estão jogando bola, quando um deles acaba acertando com a bola num homem que estava passando pela rua.
Marcos, o mais velho da turma decidi ir ajudar o senhor que estava no chão, quando descobre que aquele homem é um simples mendigo, mas isso não faz ele mudar sua atitude, ajuda o senhor a se levantar e a limpar seus machucados.
Dias depois quando os garotos estavam sentados na calçada, o mendigo aparece novamente e Marcos logo se aproxima do mesmo e se apresenta, e descobre o nome do homem, Herbert. Ele conta que mora junto com outras duas pessoas e que onde mora há mais pessoas que passam necessidades, mas sempre estão ajudando uns aos outros. Essa revelação deixa Marcos realmente emocionado. Herbert apesar de ser um homem pobre de dinheiro é um homem muito rico de sabedoria.
Ao decorrer da história conhecemos melhor cada personagem, cada um dos adolescentes e até mesmo a história emocionante de Herbert. Cada experiência de vida que Herbert já viveu ou presenciou se torna uma grande lição a todos. A visão da vida é diferente para ele, e é isso que torna o livro ainda mais emocionante. Ele quebra todos os preconceitos e conceitos que a própria sociedade criou.
Como não quero contar muito sobre essa história, vou resumir essa história em apenas algumas palavras: Extremamente emocionante e com uma mensagem muito importante.

Esse livro realmente me impressionou, não somente por ser contada por um personagem diferente, mas pelas mensagens, pelas palavras.
Está sendo um pouco complicado fazer esta resenha, pois acho que nada que eu escreva chegará aos pés deste livro. O Edson realmente me impressionou.
A cada diálogo de Herbert é uma emoção diferente, é uma lição de vida (essas sim são as palavras certas).
Acho que todos deveríamos ler esse livro, porque após a leitura começamos a refletir melhor sobre nossas atitudes do dia-a-dia e sobre o que chamamos de certo e errado. (Pelo foi sobre isso que refleti bastante).
Livro extremamente recomendando e que ganhou sem dúvida alguma minhas 5 estrelas.
Não deixem de ler esse livro pessoal, é sério. rs

PLAYLIST: Gustavo Lima - 60 segundos

http://behind-thewords.blogspot.com/2012/02/resenha-o-mendigo-edson-santos.html

Nicas Drafts

07/03/2012 17:57

 

quarta-feira, 7 de março de 2012

Resenha: O Mendigo

Postado por Nica às 17:00
 

Olá Galerinha!!!!!!!!!!!!
Hoje é dia de .... RESENHA!!! Essa semana estou lendo bastante coisa e quero colocar mais que uma resenha no ar.. Será que consigo?! Vamos ver!
Gostaria de "dizer", de antemão, que o livro resenhado hoje foi muito especial para mim! Não só pela história, que é maravilhosa, mas também pela dedicação e simplicidade do autor, Edson Santos.
Espero que vocês se encantem pelo romance de O Mendigo tanto quanto eu!
 

Livro: O Mendigo
Autor: Edson Santos
Editora: Baraúna
Páginas: 235
Skoob / Onde Comprar
Sinopse

Herbert é um mendigo que, como tantos outros, passa por dificuldades e sente na pele o peso do preconceito. Porém, a sua forma peculiar de comunicação e a sua desenvoltura em transmitir paz através de palavras otimistas faz dele uma personalidade única nos lugares por onde passa. É um homem que usa a sua experiencia de vida, os seus conhecimentos e a sua própria mendicância para acalentar os corações mais aflitos.
 
 
"- Então, como vocês viram, quando dividimos as alegrias, multiplicamos as possibilidades de sermos felizes, mas quando agimos de maneira egoísta só aumentamos o nosso problema. Sabem, meus caros jovens? Eu tenho sempre que saber o meu valor, mas nunca acreditar que sou o único a ter valor."
 
E é com esse quote que gostaria de começar a resenha de O Mendigo. O livro conta a incrível história de amizade de Herbert, um mendigo diferente - com uma grande facilidade com as palavras, que nos encanta com seus sábios dizeres e sua lição de vida -, e um grupo de amigos que mora em uma vila de classe média formada por Marcos (um tipo de líder da turma), Marcelo (aspirante a jogador profissional), Carlos (o artista da turma), Sandra (uma menina mimada e interesseira - teoricamente), Simone (estudante de psicologia) e Márcia (estudante de medicina).
 
O acaso coloca Herbert no caminho dos "meninos da vila" e eles acabam criando uma relação de amor e amizade verdadeira. Uma relação que está acima de classe social, de raça, de Educação... Herbert mostra para o grupo de amigos que nem todos os mendigos são ladrões, que nem todos os mendigos estão nas ruas por opção e, mais ainda, que TODOS tem algo a oferecer! 
 
"E quem não sabe ser grande diante das pequenas coisas, será pequeno diante das grandes, porque uma árvore não aparece da noite para o dia, ela começa com uma pequena semente."
 
Através de diálogos carregados de ensinamentos morais, lições de amor e perdão, O Mendigo nos faz refletir diante de nossas próprias dificuldades interpessoais e sociais. Nos faz pensar em nossos sonhos, naquilo que estamos fazendo hoje para os alcançar em um futuro nem tão distante assim. Nos faz analisar nossos comportamentos diante de determinadas situações. Nos faz rever nossos conceitos sobre a solidariedade e o ajudar ao próximo. Nos traz a dura realidade de que somos reflexo daquilo que vemos em casa, "o exemplo".
 
"(...) todo pai quer o melhor para o seu filho, mas poucos são os que se dão conta de ele próprio pode e deve ser o melhor presente que um filho tem a receber para ter um futuro na retidão."
 
Ainda, posso dizer que é um livro de superação, tanto da turma da vila quanto do nosso protagonista e mestre, Herbert. Ao longo do livro vamos conhecendo um pouco sobre a história de vida dessa personagem que nos encanta com sua simplicidade e eloquência. O Mendigo é o tipo de leitura que deveria ser inserida em nossas escolas e, digo mais, aquele tipo que todo pai e mãe deveriam ler a fim de perceberem a si mesmos em muitas das atitudes de suas crianças! Principalmente no que diz respeito a mimos e protecionismo exagerados!
 
Eu mais do que recomendo e espero que os leitores do Drafts da Nica deem uma chance a esse nosso querido autor e a seu magnífico romance sobre a VIDA!
 
"(...) porque o sentimento é a visão do coração e o coração enxerga a alma."
 
Mais informações (aqui)

 

1 | 2 >>

Blog

blog segredos em livros

10/08/2012 17:56
Zilda Mara 08/08/2012 O Mendigo Sempre estou em busca de novos autores nacionais e conheci o livro de Edson Santos através do blog da querida Cia do Leitor. Imediatamente, ao ler a sinopse do livro fiquei encantada e decidi ler o livro. O livro foi cedido pelo autor para ser resenhado e...

blog leitura maravilhosa

10/08/2012 17:52
    KATIELLE 06/08/2012 O Mendigo Não sei exatamente o que escrever, pois tenho sentimentos controversos em relação a ele. Eu gostei do livro, tem uma história bonita, mas não é uma coisa que tenha prendido a minha atenção. Conta a história de um grupo de amigos,...

blog no limite da leitura

10/08/2012 17:50
  5.0 | Camila 25/07/2012 Logo no início somos apresentados a um grupo de adolescentes que moram no mesmo bairro e estão sempre convivendo juntos: Marcos, Carlos, Marcelo, Márcia, Simone e Sandra (acho que não me esqueci de ninguém). Durante uma brincadeira...

blog segredo sem livros

10/08/2012 17:49
Fernanda Camilo 29/06/2012 Resenha: O Mendigo O livro acompanha a trajetória de Herbert, um mendigo que se destaca por dar uma verdadeira lição de vida, superação, solidariedade e humanização. Adolescentes de classe média estão jogando bola, quando um deles acerta com a bola no homem...

Carolina

10/08/2012 17:46
Carolina Durães 17/06/2012 O Mendigo Nesse domingo, acordei cedo e bati o olho na minha mesa e vi o livro. Peguei o livro em mãos e ao olhar a capa, ao mesmo tempo tão simples e tão bela, não resisti e comecei a ler no mesmo instante. Foi uma surpresa deliciosa folhear essa estória e perceber...

cia do leitor

10/08/2012 17:44
O MENDIGO Tenho sido agraciada com presentes maravilhosos chamados livros, e os últimos livros que li, tirei o melhor deles, os mais belos exemplos de vida e solidariedade. Estou feliz por isso. Um belo dia encontrei na internet um livro com uma capa simples, porém, expressiva. Àquele par...

blog da nica

10/08/2012 17:39
Extasiante lição de vida! "- Então, como vocês viram, quando dividimos as alegrias, multiplicamos as possibilidades de sermos felizes, mas quando agimos de maneira egoísta só aumentamos o nosso problema. Sabem, meus caros jovens? Eu tenho sempre que saber o meu valor, mas nunca acreditar que...

blog doce encanto

10/08/2012 17:37
Rapha 07/03/2012 O Mendigo, Edson Santos - Resenha no Doce Encanto "Se um amigo não se interessar pelo problema do outro, para que então vai servir a amizade?" Pag. 86 Inspirador... não há melhor palavra que defina o livro O Mendigo, de Edson Santos. A obra nos conta a estória de...

resenha pelo blog behind

10/08/2012 17:31
Jacqueline 6/02/2012 O que você pensa ao ver um Mendigo? A história se inicia de uma forma comum, alguns adolescentes de classe média estão jogando bola, quando um deles acaba acertando com a bola num homem que estava passando pela rua. Marcos, o mais velho da turma decidi ir ajudar o...

Nicas Drafts

07/03/2012 17:57
  quarta-feira, 7 de março de 2012 Resenha: O Mendigo Postado por Nica às 17:00   Olá Galerinha!!!!!!!!!!!! Hoje é dia de .... RESENHA!!! Essa semana estou lendo bastante coisa e quero colocar mais que uma resenha no ar.. Será que consigo?! Vamos...
1 | 2 >>